Introdução Imprimir
QUI, 23 de Fevereiro de 2012 18:17

Transcorridos 100 anos de existência da Escola Politécnica de Pernambuco,  fundada em 1912, na vigência da Lei Rivadávia, de liberdade de ensino, ela necessita de um resumo histórico que testemunhe o seu passado.

Constituída sob a forma de sociedade civil, com personalidade jurídica, sendo registrada sob o n°. 53, em 8 de janeiro de 1918, no livro n°. 1, do registro de sociedades civis, no 1o. Cartório de Registro de Títulos e Documentos Particulares, desta capital, tendo como finalidade "desenvolver o ensino das ciências matemáticas, físicas, químicas e naturais e os conhecimentos técnicos indispensáveis à pro­fissão de engenheiro". Para tal objetivo, manteve desde a sua fundação, vários cursos de engenharia, sendo que, inicialmente, os de engenheiro civil, industrial, mecânico e eletricista.

Posteriormente, para melhor atender às necessidades regionais, a sua Congregação procedeu a uma reestruturação nos seus cursos, suspendendo os iniciados e criando os cursos especializados de engenheiro arquiteto, eletricista, geógrafo e de agrimensura.

Regulamentada, porém, a profissão do engenheiro e só sendo possível desde então, o seu exercício pelos diplomados em escolas oficiais ou reconhecidas, teve a Escola que tratar do seu reconhecimento.

Tendo, em 1934, reorganizado o seu curso de engenharia industrial que, posteriormente, pelo decreto federal n°. 17.528 de 28/11/44, foi reconhecido.

Em 1953, restaurou o seu curso de engenharia civil, cujo reconhecimento lhe foi concedido pelo decreto federal n°. 38.187 de 3/11/55, pretendendo instituir, também, o curso de engenharia eletrotécnica, nos moldes da Escola Nacional de Engenharia.

Posteriormente, nos idos de 1966, a Escola Politécnica instituiu os cursos de Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica (Modalidade Eletrotécnica) e Engenharia Elétrica (Modalidade Eletrônica). Em 1999 foram criados os cursos de Engenharia da Computação, Engenharia Mecânica Mecatrônica, Engenharia Mecânica Industrial e Engenharia Elétrica - Telecomunicações e reformulados os cursos de Engenharia Civil, Engenharia  Elétrica - Eletrotécnica e Engenharia Elétrica – Eletrônica. Em 2004 cria-se o curso de Sistemas da Informação, este no município de Caruaru-PE.

Este projeto visa resgatar essencialmente as datas históricas relevantes, a memória dos professores fundadores, dos professores diretores e dos egressos desta Instituição secular.