Contexto da Imagem

Notícia

ABENGE HOMENAGEIA MULHERES DURANTE COBENGE

06/09/2018

ABENGE HOMENAGEIA MULHERES DURANTE COBENGE

A professora Esmeraldina Pereira da Silva, única mulher até hoje a ocupar o cargo de Diretora da Centenária (1912) Escola Politécnica de Pernambuco – POLI/UPE foi uma das homenageadas pela Associação Brasileira de Educação em Engenharia - Abenge, no Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia – Cobenge. A lembrança de seu nome engrandece a comunidade acadêmica POLI/UPE.

    A Associação Brasileira de Educação em Engenharia – Abenge que está comemorando 45 anos de criação promoveu de 03 a 06 de setembro em Salvador-BA, o XLVI Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia (Cobenge) e o 1º Simpósio Internacional de Educação em Engenharia. O evento acontece, anualmente, e este ano, teve como tema principal: “Educação Inovadora para uma Engenharia Sustentável”.
   Na solenidade de abertura foi prestada uma homenagem às mulheres diretoras pioneiras de Abenge, do CNPq, e das Escolas Centenária de Engenharia, como a professora Esmeraldina Pereira da Silva, que foi diretora da Escola Politécnica de
Pernambuco – POLI/UPE, na década de 70, onde lecionou a disciplina cálculo infinitesimal e integral. A Abenge também aproveitou o evento para lançar a campanha “Mais Mulheres na Engenharia”.

    O Cobenge é atualmente considerado o mais importante fórum de discussão sobre a formação e o exercício profissional em engenharia no Brasil, e segundo os organizadores nos últimos anos vem realizando debates filósofos e paradigmas do
processo do ensino e aprendizado da engenharia e tecnologia.

    O Cobenge é atualmente considerado o mais importante fórum de discussão sobre a formação e o exercício profissional em engenharia no Brasil, e segundo os organizadores nos últimos anos vem realizando debates filósofos e paradigmas do
processo do ensino e aprendizado da engenharia e tecnologia.

      A Engenharia é uma área intensamente ligada à atualização continua e à busca constante por inovações e o Cobenge que é um evento é destinado a diretores de escolas de engenharia, coordenadores de cursos, representante de conselhos de entidade, empresas e de organização relacionadas à engenharia, além de professores, estudantes, pesquisadores e interessados nas temáticas abordadas, este ano, contou com as presenças do diretor da Escola Politécnica de Pernambuco – POLI/UPE, professores José Roberto de Souza Cavalcanti e vários professores e alunos, alguns foram apresentar trabalhos.

A professora Esmeraldina Pereira da Silva nos deixou em 1975, vítima de um acidente por intoxicação gasosa (livro Escola Polytechnica de Pernambuco,do professor Manoel Heleno – pág. 49). 


Voltar